Fale com o Instituto

FALE COM O INSTITUTO

administracao@dantepazzanese.org.br

O INSTITUTO DANTE PAZZANESE

O Instituto de Cardiologia - IC foi criado pela Lei n° 2552 de 13/01/54, na Secretaria da Saúde Pública e da Assistência Social, sendo a sua primeira sede na Av. Paulista n° 392.
Foram nomeados na época o Dr. Dante Pazzanese como Diretor Geral e o Dr. Leovegildo Mendonça de Barros como Diretor Técnico. A trajetória que o Instituto de Cardiologia cursou sob a orientação do Dr. Dante não foi apenas de assistência médica. Em 1958 o Instituto de Cardiologia foi transferido para o Ibirapuera, quando começou a funcionar o primeiro serviço de laboratório, ainda não dispondo de hospital próprio, mas utilizava, através de convênio, os leitos do Hospital da Beneficência Portuguesa de São Paulo.


Em 1959 foi criada a residência médica no Instituto, sendo os primeiros médicos residentes os Doutores José Eduardo Moraes Rego Sousa, Valmir Fontes, Hélio Germianiani, João Bezerra Neto e Lincoln Fernando Mendes.


O principal organizador da residência médica do IC foi o Dr. Cantídio de Moura Campos Filho, membro do corpo docente da então Escola Paulista de Medicina, imprimindo um cunho científico e acadêmico as atividades do IC.


Em 1958 o Dr. Euryclides de Jesus Zerbini passou a fazer parte do quadro de cirurgiões cardíacos do Instituto de Cardiologia. Era membro do corpo docente da Faculdade de Medicina da USP. Também fazia parte do quadro de cirurgiões o Dr. Adib Domingos Jatene, que viria a dirigir o IC anos mais tarde. Com sua vinda foi dado impulso à cirurgia cardíaca e às oficinas do IC.


Em menos de uma década o IC já ultrapassava a função assistencial, objeto de sua criação, para se destacar nos campos de pesquisa clínica e experimental, de tecnologia no setor e de ensino de Pós Graduação.


Em 1966 o Dr. José Eduardo defendeu a sua tese de doutoramento e a primeira tese desenvolvida no IC na Faculdade de Medicina da USP. Em 1970 foi inaugurado o prédio do Instituto, coincidindo com a aposentadoria do Dr. Dante Pazzanese. Em 1975 o Instituto de Cardiologia passou a denominar-se Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia - IDPC, em homenagem ao seu fundador e primeiro Diretor, Doutor Dante Pazzanese.


O Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia tem por finalidade a prestação de assistência médico-hospitalar, em regime ambulatorial, de emergência e de internação na área cardiovascular, visando a promoção de saúde, a proteção contra doenças cardiovasculares e ao diagnóstico, tratamento e reabilitação da população portadora dessa patologia. Promove também a investigação e pesquisa na área cardiovascular, incluindo o desenvolvimento de novas tecnologias, equipamentos, procedimentos, práticas e drogas. Tem também como objetivo a promoção de ensino para todas as categorias que atuam na área de cardiologia e de interesse em saúde pública. Mantém desde o início dos anos noventa, vinculação à Universidade de São Paulo na qualidade de Entidade Associada, permitindo desenvolver atividades de pós-graduação agora sensu strictu, o que possibilitou a verticalização das inúmeras linhas de pesquisa clínica, intervencionista e cirúrgica e a capacitação de novos pesquisadores e cientistas no meio médico. O Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia mantém programas formais de Residências em Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular desde 1959, pioneiro no país e constituindo-se num forte núcleo de pós-graduação sensu latu. Paralelamente programas similares foram desenvolvidos nas outras áreas correlatas da Saúde Cardiovascular: Enfermagem, Assistência Social, Psicologia, Nutrição, Educação Física, Farmácia, Odontologia e Fisioterapia, o que têm fornecido à comunidade vasta e competente contribuição multidisciplinar. Mais de 200 profissionais passam anualmente pelo IDPC para realizarem residência, aprimoramento e estágios.


Hoje o IDPC é reconhecido como uma das mais prestigiadas instituições especializada na área cardiovascular (clínica, cirúrgica e vascular periférica), tanto no país como exterior. Realiza também exames diagnósticos e terapêuticos, transplantes cardíacos e renais.


O IDPC destacou-se não só pela introdução de inúmeras técnicas diagnósticas e terapêuticas como pelas pesquisas pioneiras realizadas, resultando em técnicas importantes como a cirurgia para Correção Anatômica das Grandes Artérias (Cirurgia de Jatene) e Reconstrução Geométrica do Aneurisma de Ventrículo Esquerdo, desenvolvidas pelo Prof. Dr. Adib Domingos Jatene. Outra técnica desenvolvida na Instituição pelo Prof. Dr. José Eduardo M. R. Sousa foi a utilização de Stents Recobertos com Fármacos para prevenir reestenoses em artérias coronárias.


A qualificação do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia é reconhecida tanto nacional como internacionalmente, como mostram as citações na imprensa leiga, nas publicações científicas e nas inúmeras participações e comunicações de seus profissionais a congressos nacionais e internacionais.

2010 - INSTITUTO DANTE PAZZANESE DE CARDIOLOGIA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. TELEFONE: (11) 5085-6000