Curso de Aprimoramento em Unidade Coronária e Cuidados Pós Operatórios

– As inscrições deverão ser realizadas pelo site www.cursos.idpc.org.br no período de 01/10/2018 até 30/11/2018.
– Consulte o Edital

Qualificar médicos  cardiologistas  para especialização no atendimento de pacientes na Unidade Coronária, ressaltando os aspectos , diagnósticos e o tratamento clínico-invasivo e pós operatório de cirurgia cardíaca em adultos

Preparar profissionais capazes de conduzir levantamento de dados, analisar e procurar soluções para os problemas da assistência médica ao paciente cardiológico na área de atuação, empregando métodos atuais de epidemiologia clínica.

Ao final de um ano o cardiologista deverá ter conhecimento sobre:

– Etiologia, fisiopatologia, diagnóstico e tratamento de síndrome coronária aguda;

– Etiologia, fisiopatologia, diagnóstico e tratamento do Infarto Agudo do Miocárdio

– Tratamento e diagnóstico de aneurisma dissecante;

– Interpretação dos exames complementares, que auxiliam na decisão da conduta frente ao paciente com SCA, Aneurisma de Aorta: radiologia eletrocardiografia, cateterismo cardíaco, ecocardiografia tomografia e ressonância magnética;

– Indicação do momento ideal para intervenção coronária percutânea ou revascularização miocárdica cirúrgica;

– Tratamento das complicações da intervenção Coronária Percutânea;

– Uso de medicamentos e complicações

O Programa de Residência Médica na Área de Concentração de Cardiologia e Medicina Intensiva, no setor de Pós-Operatório visa uma abordagem didática (teórica e prática) na formação de profissionais especificamente na área de Pós-Operatório de:

  1. Cirurgia Cardíaca
  2. Procedimentos Cardíacos Percutâneos: trocas de próteses valvares, embolizações (septais), valvoplastias percutâneas, e outros.
  3. Transplante Cardíaco
  4. Procedimentos Vasculares a Céu Aberto
  5. Procedimentos Endovasculares
  6. Cirurgia Torácica, particularmente via videotoracocospia
  7. Suporte para procedimentos endoscópicos

O objetivo assistencial prioritário e, indiscutivelmente, a principal atividade didática é a Abordagem do Pós-Operatório de Cirurgia Cardíaca – cirurgia de revascularização do miocárdio, cirurgia para correção de patologias orovalvares, cirurgias em cardiopatias congênitas (no adulto), cirurgia para correção de patologia em aorta (dissecção/aneurisma).

Busca-se nesse estágio de formação do Cardilogista o treinamento sobre a abordagem terapêutica das rotinas e das principais complicações associadas aos procedimentos cirúrgicos. A cirurgia cardíaca associa-se a uma morbidade geral em cerca de 35% dos procedimentos, sendo que 15% dos pacientes cursarão com uma morbidade de elevada gravidade. Portanto, haverá uma abordagem teórica e prática sobre os tópicosabaixo enumerados:

  1. Rotinas no Pós-Operatórias Especificas – cirurgia de revascularização do miocárdios, trocas valvares e outras;
  2. Cuidados na admissão e nas fases precoces de pós-operatório;
  3. Diagnóstico e Abordagem das complicações cardiovasculares;
  4. Diagnóstico e Abordagem das complicações respiratórias;
  5. Diagnóstico e Abordagem das complicações neurológicas;
  6. Diagnóstico e Abordagem das complicações renais;
  7. Diagnóstico e Abordagem das alterações metabólicas;
  8. Diagnóstico e Abordagem das complicações das complicações infecciosas;
  9. Diagnóstico e Abordagem das complicações das alterações hidroeletrólicas;
  10. Diagnóstico e abordagem do sangramento pós-operatório e dos distúrbios de coagulação;
  11. Monitorização Hemodinamica;
  12. Diagnóstico e Abordagem do Estado de Choque.

A assistência será realizada por preceptores – um profissional para cada 10(dez) leitos. Será realizada a discussão individulizada dos casos internados na UTI de Pós-Operátorio (30 leitos assistenciais), objetivando uma assistência multidisciplinar, ou seja, participação dos médicos (preceptoria, residentes e estagiários), enfermeiros, fisioterapeutas, nutrólogos, psicólogos, fonoaudiólogos e outros.

Além da abordagem prática-teórica a beira do leito em visitas diárias, serão ministradas aulas tradicionais sobre os principais tópicos acima citados as segundas-feiras, durante o estágio específico em pós-operatório.

A avaliação será realizada com base na participação e desempenho de cada residente durante o estágio.

Coordenador

­­­­Dr. Rui Fernando Ramos

Vice-Coordenador

Dr. Antonio Carlos Mugayar Bianco

Corpo Docente – Unidade Coronária

  1. Dr. Rui Fernando Ramos
  2. Dr. Gustavo B.Figueiredo Oliveira
  3. Dr. Luiz Antonio Abdalla
  4. Dra. Maria Teresa Castillo
  5. Dr. Ronald Brewer Pereira Freire

Corpo Docente – Unidade de Pós Operatório

  1. Dr. Robert C.T. Tanaka
  2. Dr. Ronaldo Della Monica
  3. Dr. André Feldman
  4. Dr. Marcelo Sartori
  5. Dr. Guilherme D’Andrea Saba
  6. Dra Monica Serrano Francischini
  7. Dr. Antonio Carlos Mugayar Bianco
 Número de vagas: 4 (quatro)
 Duração do curso: 1 (um) ano
 Carga horária total: 1060 horas
 Carga prática/teórica: 848 horas / 212 horas
 Período do curso: Março/2019 a fevereiro de 2020
 Pré-Requisitos: 2 (dois) anos de residência em cardiologia clínica em Instituição credenciada pelo MEC ou pela SBC.
 Critérios de seleção: Prova, Análise do Curriculum Vitae e Entrevista

O curso será divido em:

– atividades na unidade coronária ( visitas diárias, avaliação dos cateterismos,avaliação pós intervenção coronária percutânea  primaria ,evolução do IAM, evolução da SCA ;

– atividades no pós operatório;

– pesquisa relacionada às SCA e pós operatório de cirurgia cardíaca em adultos.

Hospital:                   

 Atividade prática: A Unidade coronária possui 17 leitos com uma media mensal de80 pacientes internados. Participará das visitas diárias pela manhã e no período da tarde de todos os pacientes e será responsável por 2 leitos : visita diária, supervisão solicitação e acompanhamento do paciente nos de exames, acompanhamento do caso da admissão a alta da unidade.

– Atividade teórica: Discussão de casos clínicos e participação nas aulas teóricas e nos fóruns da Instituição.

– Atividade científica: Elaboração de pelo menos um trabalho de pesquisa original para apresentação no Congresso e publicação em revista científica, ou revisão bibliográfica de um tema escolhido.

 

– Atividade teórica: O R3 fica responsável pela escolha dos artigos e supervisão dos artigos de revista que serão apresentados no “JournalClub”e pela seleção dos casos e supervisão dos casos apresentados no “Valveclinic”.

– Atividade científica: preparação de pelo menos um trabalho de pesquisa original para apresentação no Congresso da SOCESP ou da SBC, ou revisão bibliográfica de um tema escolhido e posterior publicação.

– Rodízio nas unidades: o rodízio será de 3 em 3 meses, portando cada aprimorando passará 6 meses pelo setor.