Curso de Aprimoramento em Eletrofisiologia Clínica

– As inscrições deverão ser realizadas pelo site www.cursos.idpc.org.br no período de 01/10/2018 até 30/11/2018.
– Consulte o Edital

Qualificar médicos na área da cardiologia para especialização no atendimento ambulatorial e hospitalar dos pacientes portadores de arritmia cardíaca, desde o diagnóstico, dos exames complementares como Holter, teste da inclinação, tratamento clínico e farmacológico das arritmias, tratamento cirúrgico das arritmias como: ablação por radiofrequência ou crioablação, mapeamento de arritmias durante cirurgia cardíaca, implante de monitor de eventos, implante de marca-passo cardíaco, implante de cardioversor-desfibrilador implantável e implante de ressincronizador cardíaco.

Orientar e preparar o médico para a realização de trabalhos científicos da área de atuação, enfatizando a necessidade de um entrosamento com outros profissionais e especialistas envolvidos no atendimento dos pacientes.

Programa teórico de Eletrofisiologia

-Estruturas anatômicas, relações anatômicas e vasculares aplicadas à eletrofisiologia

-Fisiopatologia e Mecanismos Geradores de Arritmias Cardíacas

-Princípios básicos dos fármacos antiarrítmicos

-Medicações antiarrítmicas e novos fármacos antiarrítmicos

-Interpretação ao eletrocardiograma

-Introdução e interpretação do Holter

-Taquiarritmias supraventriculares

-Síndrome de WPW

-Taquiarritmias ventriculares

-Bradiarritmias

-Síncope

-Morte súbita e CDI

-Síndromes elétricas

-Discussão de Diretrizes

-Fibrilação atrial

-Novos anticoagulantes e ACO clássica

-Discussão de Trials de relevância

-Doença de Chagas.

Coordenadores

Drs. Dalmo Antonio Moreira e Paulo de Tarso Jorge

Vice-Coordenadores

Dr. Ricardo GarbeHabib e Dra. Cecília Boya Barcellos

Corpo Docente

  1. Dr. Eusébio Ramos Filho
  2. Dr. Remy Nelson Albornoz
  3. Dra. Luciana Vidal Armaganijan
  4. Dr. Bruno Pereira Valdigem
  5. Dra. Cláudia da Silva Fragata
  6. Dr. Rogério Braga Andalaft
  7. Dr. Luiz Roberto Moraes
  8. Dr. Carlos Anibal Sierra Reys
 Número de vagas: 12 (doze)
 Duração do curso: 1 (um) ano
 Período do curso: Março/2019 a fevereiro de 2020
 Pré-Requisitos: 2 (dois) anos de residência em Cardiologia Clínica ou Cardiologia Pediátrica.
 Critérios de seleção: Prova Objetiva, análise do Curriculum Vitae e entrevista.

ATIVIDADES DURANTE O CURSO:

Horário de início das atividades: 8h

Horário de término das atividades: 17h

Um mês de férias por ano.

Os médicos em treinamento cumprem a supervisão dos residentes de cardiologia (R1) da enfermaria em esquema de escala de plantão aos finais de semana.

– as aulas teóricas terão duração de 60 minutos;

– atividades hospitalares;

– atividades do ambulatório clínico de arritmias, avaliação de dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis, laudos de exame de Holter

– atividades de exames complementares: Holter de 24 horas, Tilt-teste, laudo de monitor de eventos e tele-eletrocardiografia;

– atividades cirúrgicas e intervencionistas no tratamento das arritmias;

– trabalho de pesquisa relacionada às arritmias cardíacas.

 

Hospital:

– Atividade prática: A Seção de Eletrofisiologia realiza mensalmente: na sala de ablação 38 procedimentos entre estudos eletrofisiológicos e ablação, 744 laudos de Holter, 30 exames de Tilt teste, 8 laudos de monitor de eventos e 15.000 laudos de ECG.

– Atividade teórica: Discussão de casos clínicos, discussão de artigos e as aulas teóricas previstas.

– Atividade científica: Elaboração de pelo menos um trabalho de pesquisa original ou de revisão para apresentação em Congresso para publicação em revista científica.

 

Ambulatório:

– Atividade prática: atendimento de cerca de 50 pacientes/dia com arritmia e candidatos a serem submetidos a implante de um DCEI e aqueles que já possuem o DCEI que são avaliados em geral a cada 6 meses (CDI e TRC) e 12 meses (MP). Análise de cerca de 39 exames de INR/dia para ajuste da anti-coagulação no Serviço de Estimulação Cardíaca Artificial. Na Seção de Eletrofisiologia atendimento de 990 consultas por mês.

Os alunos são submetidos a avaliações teóricas e práticas em número de 4 (uma a cada trimestre) em questões dissertativas e discussão de casos clínicos.Também são submetidos aprova de análise de traçados no setor deTele-ECG.